Doze Blogueiras De Moda GREGAS Para ti Ficar De Olho

27 Nov 2018 04:16
Tags

Back to list of posts

F8p9mR.jpg

<h1>O Que &eacute; AMP?</h1>

<p>Ci&ecirc;ncia das redes &eacute; um campo acad&eacute;mico interdisciplinar que estuda redes complexas tais como redes de telecomunica&ccedil;&otilde;es, redes de pcs, redes biol&oacute;gicas, redes cognitivas e sem&acirc;nticas, e m&iacute;dias sociais . O que se estuda s&atilde;o teorias e m&eacute;todos, incluindo teoria dos grafos da matem&aacute;tica, mec&acirc;nica estat&iacute;stica da f&iacute;sica, minera&ccedil;&atilde;o de fatos, visualiza&ccedil;&atilde;o de fato da ci&ecirc;ncia da computa&ccedil;&atilde;o, modelagem inferencial da estat&iacute;stica, e infraestrutura social da Sociologia. O estudo das redes surgiu em muitas disciplinas como um meio de an&aacute;lise de dados relacionais complexos. Na d&eacute;cada de 1930 Jacob Moreno , um psic&oacute;logo da tradi&ccedil;&atilde;o Gestalt, chegou nos EUA. Ele criou o Sociograma e apresentou-o ao p&uacute;blico em abril de 1933 em uma Conven&ccedil;&atilde;o de m&eacute;dicos acad&ecirc;micos.</p>

<p>Ekena canta, dan&ccedil;a, sua, grita, chora, urra, silencia, nos encara, nos convoca, arrebata e acaricia. Sua arte &eacute; entrega incondicional. Seu modo de ser est&aacute; intrinsecamente conectado ao cantar. Tua can&ccedil;&atilde;o &eacute; plena comunh&atilde;o: &eacute; ali que ela fabrica e nos d&aacute; o maior e melhor afeto que puder criar.</p>

<p>E hoje tem mais Ekena, no Sesc Santana, com entrada franca. QUINTA-FEIRA - vinte e dois de mar&ccedil;o - 20h … Palco Recentes Rota&ccedil;&otilde;es - Sesc Santana … Projeto sinaliza os rumos da can&ccedil;&atilde;o autoral feita por mulheres no Brasil. Nessa edi&ccedil;&atilde;o, o Obinrin Trio, banda composta por Lana Lopes (percuss&atilde;o e voz), Ra&iacute;ssa Lopes (voz e viol&atilde;o) e Elis Menezes (voz e viol&atilde;o) mostra can&ccedil;&otilde;es pol&iacute;ticas e feministas, que trazem reflex&otilde;es sobre o assunto machismo, aborto, lesbofobia e racismo.</p>

<p>A cantora Ekena, retrata as levadas folk e mpb das can&ccedil;&otilde;es de seu cd “N&oacute;”, com letras intimistas e densas, sobre a briga das mulheres em uma comunidade machista. Entrada franca. Na av. Lu&iacute;s Dumont Villares, 579, na ZN. No s&aacute;bado, dezessete de mar&ccedil;o, fui ao Novo Limoeiro (av. Rock in Vila, festival organizado pelo escritor e m&uacute;sico Dari Luzio, que descreveu com apresenta&ccedil;&otilde;es de Jos&eacute; Carlos Guerreiro, Chero da Poesia e das bandas US Top e Jeca’s Blues (nessa ordem, nas fotos). O recinto, que costuma abrigar noitadas de samba e sertanejo, abre assim como espa&ccedil;o pras bandas de rock e mpb. Esse web site gostou do que viu e ouviu e sa&uacute;da a iniciativa, querendo exist&ecirc;ncia longa ao Rock in Vila.</p>
<ul>

<li>2- Mantenha o assunto em seus objetivos e tema</li>

<li>Separe talheres por instrumento</li>

<li>Mantenha sua ess&ecirc;ncia</li>

<li>Invista em treinamento</li>

<li>N&atilde;o tenha pregui&ccedil;a de pesquisar e compartilhe seus achados</li>

<li>Inscrever-se em um canal do YouTube</li>

</ul>

<p>S&Aacute;BADO e DOMINGO - 24 e 25 de mar&ccedil;o … Trupe … A companhia carioca Focus desembarca na capital mineira para estreia nacional de ‘Trupe - Uma Interven&ccedil;&atilde;o Urbana’, com coreografia e dire&ccedil;&atilde;o de Alex Neoral. A montagem faz fra&ccedil;&atilde;o das comemora&ccedil;&otilde;es dos 50 anos da Petrobr&aacute;s em Minas Gerais. No dia vinte e quatro de mar&ccedil;o, s&aacute;bado, na Pra&ccedil;a da Independ&ecirc;ncia, &agrave;s 12h e &agrave;s 16h. No dia vinte e cinco de mar&ccedil;o, domingo, no Parque Municipal Am&eacute;rico Renn&eacute; Giannetti, &agrave;s 11h. Em Belo Horizonte.</p>

<p>Neste m&ecirc;s em que se comemora o Dia Internacional da Mulher (8 de mar&ccedil;o) e as disputas feministas, o Teatro da Rotina continua sua programa&ccedil;&atilde;o focada nelas e pela diversidade de estilos e propostas das cantoras e compositoras convidadas. O ciclo de 19 shows (com curadoria musical da jornalista Bijou Monteiro) vai at&eacute; dia 31. Toda quarta, quinta, sexta e s&aacute;bado voc&ecirc; ter&aacute; uma boa explica&ccedil;&atilde;o pra subir at&eacute; a via Augusta, 912. Curta e prestigie essas talentosas artistas.</p>

<p>Vinte (antecipado, nesse lugar no blog). S&Aacute;BADO - 24 de mar&ccedil;o - 21h … N&ocirc; Stopa … Cantora, compositora e instrumentista, N&ocirc; Stopa faz show solo, interpretando tuas primeiras composi&ccedil;&otilde;es e as influ&ecirc;ncias no folk. Ela prontamente se apresentou com o Teatro M&aacute;gico, com Z&eacute; Geraldo (seu pai) e com a banda Folk na Kombi, e tamb&eacute;m conservar a dupla Duas Casas com o cantor Bez&atilde;o.</p>

<p>Prontamente faz uma semana que a vereadora Marielle Franco (PSOL), de trinta e sete anos, foi assassinada no bairro da Lapa, no Rio. Ela era relatora da Comiss&atilde;o dos Direitos Humanos que acompanhava a interven&ccedil;&atilde;o no RJ. Havia feito den&uacute;ncia contra abusos policiais e voltava de um evento pra adolescentes negras quando foi baleada. O motorista do carro em que ela estava bem como foi executado. Protestos e manifesta&ccedil;&otilde;es contra o b&aacute;rbaro crime se repetem diariamente em in&uacute;meras cidades brasileiras. Marielle lutava por justi&ccedil;a, inclus&atilde;o e igualdade de direitos. Defendia as causas que todos n&oacute;s, artistas e coletivos dos saraus, tamb&eacute;m defendemos.</p>

<p>Uma semana se passou e esse site continua aguardando o esclarecimento do caso e a puni&ccedil;&atilde;o dos assassinos. E continua condenando os absurdos discursos de &oacute;dio dos setores fascistas da na&ccedil;&atilde;o, que disseminam fakenews, impune e irresponsavelmente. Que adjetivos oferecer &agrave; desembargadora do Tribunal de Justi&ccedil;a do Rio, Mar&iacute;lia Castro Neves, ap&oacute;s tantas alega&ccedil;&otilde;es preconceituosas? E ao Movimento Brasil Livre (livre?) e ao deputado da bancada da bala Alberto Fraga (DEM), que pronta e ‘inocentemente’ compartilharam seus infames e prim&aacute;rios posts, sem nem sequer desconfiar das levianas acusa&ccedil;&otilde;es?</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License